05 de abril de 2021

Quarentena leva crianças à Miopia

A pandemia da covid-19 levou as autoridades sanitárias a adotar o isolamento social como forma de evitar o contágio pelo novo coronavírus. Porém, a quarentena acabou provocando moléstias adicionais. Uma delas é o exponencial aumento dos casos de miopia infantil, em razão do uso excessivo da tecnologia e da falta de exposição ao sol.

Um estudo realizado com mais de 120 mil crianças, entre 6 e 13 anos, e publicado na revista norte-americana JAMA Ophthalmology, mostrou que a incidência de miopia infantil aumentou de modo alarmante em 2020, em comparação aos cinco anos anteriores.

Os casos cresceram 400% nas crianças deseis anos de idade, 200% nas de sete e 40% nas de oito. Segundo o oftalmologista, Leôncio Queiroz Neto, são vários os fatores que explicam essa expansão dos casos de miopia nas crianças: os principais são o uso exagerado da tecnologia digital e a falta de atividades ao ar livre. “A pandemia fez com que as crianças passassem a maior parte do tempo em ambientes fechados e usando as tecnologias em excesso.

A falta de radiação UV, que estimula a produção de dopamina, hormônio do bem-estar que controla o crescimento axial do olho e o ressecamento ocular, causado pelas telas eletrônicas, prejudicam muito a vista”, afirmou Queiroz Neto. Para ele, esses dois aspectos influenciam no aparecimento da miopia porque os olhos se desenvolvem até os oito anos de idade e nesse período a modulação da visão é mais sensível às condições ambientais.

O oftalmologista dá dicas para prevenir a miopia. “Coloque as crianças para fazerem as atividades escolares em lugares com sol e a cada 50 minutos de uso de celulares ou computadores, tire o foco das telas por 15 minutos”. E alerta para as comorbidades provenientes dos altos níveis de miopia. “Seis, sete, oito graus de miopia podem causar glaucoma, catarata e descolamento da retina”. A engenheira elétrica, Juliana dos Santos, viu o grau de miopia da filha Júlia, 9 anos, dobrar em menos de um ano. “Em março, a Júlia tinha1 grau de miopia e em novembro, 2 graus. Por contado ensino à distância ela passou a usar mais o computador”. A estudante do terceiro ano do Ensino Fundamental conta que percebeu a dificuldade de enxergar de perto. “Antes de trocar de óculos eu não estava conseguindo leras letras pequenas”.

 

Máteria publicada pela Ótica Revista.
Lougge
Selecione uma região para entrar